Vettel supera Hamilton, vence na Bélgica e reduz diferença na luta pelo título. Verstappen é o 3º

Um domingo sem surpresas. Em uma corrida segura, Sebastian Vettel confirmou o favoritismo que apontava a Ferrari como o carro a ser batido em Spa-Francorchamps. Nisso, sem ser incomodado por Hamilton,Sebastian Vettel venceu de ponta a ponta o Grande Premio da Bélgica.

Largada com forte acidente envolvendo Hulkenberg, Alonso e Leclerc na primeira curva

O momento mais tenso da corrida, a largada, reservou uma confusão típica das largadas que acontecem no circuito de Spa-Francorchamps. Após apagarem as luzes Hamilton teve que desdobrar para se manter a frente de Vettel, mas a defesa de Hamilton foi para o espaço ainda na primeira volta, quando Vettel ao sair próximo de Hamilton depois de contornar a ‘Eau Rouge’, ultrapassou o britânico que nada pode fazer, e por muito pouco também não foi superado pelos carros da Force India de Esteban Ocon e Sergio Perez que largaram na segunda fila do grid. Logo após a manobra de Vettel, o carro de segurança entrou na pista para a retirada dos carros de Nico Hulkenberg, Fernando Alonso e Charles Leclerc, que se envolveram em um forte acidente na primeira curva, com a McLaren de Alonso passando por cima da Sauber de Leclerc, em uma imagem impressionante.

Safety Car deixa a pista na quarta volta e Vettel dispara na liderança

Logo após a saída do carro de segurança da pista, depois de limpar o traçado com os detritos causados pelo acidente na largada, a prova recomeçou com Sebastian Vettel ditando o ritmo da prova, não dando chances para Hamilton tentar um bote para recuperar a liderança da prova.Nisso, o britânico teve que cuidar os avanços dos carros da Force India que vinham logo atrás, enquanto Vettel já tratava de disparar na ponta.

Confusão na largada complica a corrida de Raikkonen e Ricciardo

Outros dois pilotos que se deram mal após a largada confusa, foram Kimi Raikkonen e Daniel Ricciardo. Com uma avaria na asa traseira, o australiano da Red Bull ainda conseguiu consertar o dano,retornando a prova com uma volta de desvantagem em relação aos lideres. Ainda assim, pouco depois da metade da prova, Ricciardo foi chamado novamente aos boxes para enfim abandonar a corrida. Kimi por sua vez, teve um pneu furado após a confusão ao contornar a primeira curva. Nisso, ele retornou a prova reclamando de danos na asa traseira, que ficou com a asa móvel aberta. Sem conseguir resolver o problema,também teve de abandonar a prova.

Destaque da prova vai Max Verstappen

Correndo para um ‘mar laranja’ de torcedores holandeses que invadiram o circuito de Spa-Francorchamps, o domingo foi altamente positivo para Max Verstappen. Largando da sétima posição, o garoto da Red Bull levou a torcida ao delírio com uma serie de ultrapassagens sobre os carros da Haas e Force India. A escalada no pelotão levou Max para a terceira posição, onde terminou a corrida, confirmando assim um momento consistente que Verstappen atravessa na temporada.

Outro destaque da prova, Valtteri Bottas também fez boa corrida de recuperação

Vindo da 17ª posição do grid, o domingo foi de recuperação para o finlandês da Mercedes,Valtteri Bottas. Ele largou do fim do grid por conta de uma punição após realizar diversas trocas de componentes no carro. Nisso, a prova foi de recuperação para Bottas que escalou o pelotão de carros, se aproveitando da superioridade da Mercedes em relação aos carros de meio do grid. Ao final, a quarta posição acabou como um premio para Bottas, que até o final da temporada terá o papel de escudeiro de Hamilton na luta pelo titulo da temporada.

Após semana conturbada, Force India tem o melhor resultado do ano

Em uma semana conturbada nos bastidores, a Force India teve um domingo que talvez seja de uma retomada em sua historia dentro da Fórmula 1. Após ser comprada pelo milionário canadense Lawrence Stroll, pai do piloto da Williams Lance Stroll, a equipe britânica foi do inferno ao céu neste final de semana. Ameaçada de não poder correr o GP da Bélgica, a escuderia teve os seus pontos zerados após a confirmação da venda, o que impactaria na premiação no final do ano que é dado as escuderias conforme a sua classificação final na temporada. Só que neste domingo, ao melhor estilo ‘conto de fadas’ a Force India,que passará a se chamar em 2019 de Racing Point, com o quinto lugar de Sergio Perez e o sexto de Esteban Ocon, já conseguiu pontos suficientes para superar a Williams, que hoje é a ultima colocada no mundial de equipes, e assim deve garantir mais alguns milhões na conta no final do ano, já visando o novo carro para a próxima temporada.

Vettel supera Hamilton na primeira volta e vence na Bélgica

Precisando urgentemente dar uma resposta ao seu maior rival na luta pelo título da temporada, Sebastian Vettel largou disposto a não dar chances a Hamilton que obteve a pole position no sábado ao se aproveitar de uma melhora nas condições de pista nos instantes finais do treino classificatório. Nisso, sabedor da superioridade do seu carro em relação as Mercedes, Vettel tratou de dar o bote em cima de Hamilton na primeira oportunidade, logo na primeira volta.

Depois, o que se viu foi uma Ferrari e um Vettel em uma atuação muito superior a Mercedes de Hamilton que teve de se contentar com o segundo lugar. A vitória de Sebastian Vettel reduz para 17 pontos a vantagem de Hamilton na luta pelo titulo, faltando oito provas para o final de uma temporada marcada pelo equilíbrio entre Mercedes e Ferrari, com Hamilton e Vettel em um duelo direto na luta pelo campeonato. A Fórmula 1 que retornou das férias de agosto a todo vapor, e agora segue os trabalhos no próximo final de semana no lendário circuito de Monza, no Grande Premio da Itália, na décima quarta etapa da temporada.

 Confira abaixo o resultado final do GP da Bélgica:

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *