Hamilton supera Vettel no fim e faz a pole na Inglaterra. Raikkonen é o 3º

Um duelo intenso. Na luta pelo título da temporada, qualquer vantagem obtida sobre seu rival é muito importante em um campeonato marcado pelo equilíbrio entre duas equipes. Em uma batalha intensa pela pole position, o sábado em Silverstone deu a Lewis Hamilton a pole position, superando Sebastian Vettel e larga na frente no Grande Premio da Inglaterra.

Q1 começa sem a presença de Brendon Hartley

A primeira parte do treino classificatório começou com um carro a menos, após um forte acidente envolvendo a Toro Roso de Brendon Hartley que aconteceu no ultimo treino livre, duas horas antes. Nisso, dezenove carros foram à pista para tentar avançar para a segunda fase do treino classificatório. Mas tão logo que os pilotos foram autorizados a irem à pista, Lance Stroll que estava em tentativa de volta rápida acabou escapando da pista e foi mais um a ser eliminado do treino. Com o carro preso na área de escape, o piloto canadense da Williams não conseguiu retornar para a pista. Na pista de fato, quem brilhou no Q1 foi Sebastian Vettel que ficou com o melhor tempo na primeira parte do treino quase 0.2 a frente de Hamilton, seguido por Valtteri Bottas. Mas a briga mais intensa foi para ver quem ficaria de fora da segunda parte do treino classificatório. Pior para Carlos Sainz da Renault que teve de amargar a eliminação no Q1, fazendo companhia para Stoffel Vandoorne da McLaren e Sergey Sirotkin da Williams.

Eliminados no Q1

16º CARLOS SAINZ (RENAULT)

17º STOFFEL VANDOORNE (McLAREN)

18º SERGEY SIROTKIN (WILLIAMS)

19º LANCE STROLL (WILLIAMS)

20º BRENDON HARTLEY (STR)*

*não disputou a sessão por causa do acidente no terceiro treino livre

Q2 marca novo recorde do circuito e tem Fernando Alonso entre os eliminados

A segunda parte do treino é o momento do final de semana onde os carros atingem as melhores marcas visando o Q3. Nisso, logo de imediato Valtteri Bottas marcou o melhor tempo de 1m26s413, mas foi superado por Vettel que cravou o novo recorde do circuito até então, com o tempo de 1m26s372, ficando assim com o melhor tempo no Q2 naquele momento. Hamilton por sua vez, acabou errando na sua primeira volta rápida, mas reagiu com o tempo fantástico de 1m26s256, ficando assim o melhor tempo no Q2. Para as ultimas vagas no Q3, mais uma vez o destaque foi para Charles Leclerc. O piloto monegasco da Sauber, que vive uma grande fase, avançou para o Q3 em nono mostrando por que é especulado para ser piloto da Ferrari em 2019 na vaga de Kimi Raikkonen. Entre os eliminados, destaque para a McLaren com Fernando Alonso, que não conseguiu nada além da 13ª posição.

Eliminados no Q2

11º NICO HULKENBERG (RENAULT)

12º SERGIO PEREZ (FORCE INDIA)

13º FERNANDO ALONSO (McLAREN)

14º PIERRE GASLY (STR)

15º MARCUS ERICSSON (SAUBER)

Hamilton supera Vettel e crava a pole em Silverstone

Em um duelo de dois carros equilibrados até então, quem levou a melhor neste sábado foi Hamilton. Correndo em casa, diante de uma legião de torcedores britânicos, o atual campeão tenta se recuperar depois de um final de semana passado na Áustria onde ele teve de abandonar a corrida e de quebra ainda viu seu maior rival na luta pelo titulo, Sebastian Vettel, recuperar a liderança do mundial de pilotos, com um ponto a frente do britânico. Para este sábado, em uma batalha intensa entre os dois tetracampeões do mundo, quem começou melhor no Q3 foi o alemão da Ferrari que foi a pista e cravou o tempo de 1m25s936, estabelecendo um novo recorde no circuito de Silverstone. Antes disso, Hamilton já havia baixado o recorde com o tempo de 1m25s993.

Mas o melhor do treino classificatório ficou para a ultima tentativa de volta rápida para os pilotos. Nisso, melhor para Hamilton que tirou uma volta fantástica, e superou Vettel com o tempo de 1m25s892, ficando 0.044s a frente do alemão da Ferrari que não conseguiu melhorar o seu tempo na sua ultima tentativa, ficando assim na segunda posição. Essa é a pole de numero 76 na carreira de Lewis Hamilton, que larga na frente tentando recuperar a liderança no mundial de pilotos. O sábado também marcou a 50ª pole position da Mercedes desde o seu retorno a Fórmula 1, equipe que tem dominado de forma absoluta o cenário atual da maior categoria do automobilismo mundial nas ultimas quatro temporadas.

Décima etapa do ano, o Grande Premio da Inglaterra marca neste final de semana a metade da temporada, que esse ano terá 21 corridas. A largada para as 52 voltas no lendário circuito de Silverstone está marcada para as 10h10minh pelo horário de Brasília.

Confira abaixo o grid completo para o GP da Inglaterra:

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *