Vettel surpreende Hamilton e vence na Austrália. Kimi é o 3º e Alonso o 5º

Letal. Em uma corrida que parecia desenhada para um domínio absoluto da Mercedes, em especial com Lewis Hamilton, uma estratégia ousada, aliada a sorte de tetracampeão mundial, Sebastian Vettel derrubou o favoritismo do britânico da Mercedes e venceu o Grande Premio da Austrália, na abertura da temporada 2018 da Fórmula 1.

Largada limpa e sem incidentes

A primeira largada do ano reservou um momento de tensão máxima entre os pilotos, a fim de que não haver problemas na primeira curva. Nisso, com todos os pilotos contornando a primeira curva sem maiores problemas, Hamilton teve todo o cuidado para manter a ponta da corrida e assim segurar qualquer tentativa de avanço por parte dos carros da Ferrari de Raikkonen e Vettel. Mais atrás Kevin Magnussen com a Haas surpreendeu Max Verstappen e pulou para a quarta posição ao contornar a primeira curva.

Primeiras voltas da corrida mostram domínio absoluto de Hamilton

Passada a primeira curva, Hamilton tratou logo de impor o seu ritmo de prova. Com aproximadamente cinco voltas de prova a diferença para os carros da Ferrari girava em torno de 3s. Mais atrás, se valendo da presença de Magnussen que segurava Verstappen, os carros da Ferrari começavam a se garantir na segunda e terceira posições da prova, com Kimi em 2º e Vettel em 3º.

Primeira bateria de pit stops começa a definir os rumos da prova

Diferente de muitas provas quando os pilotos do meio de pelotão na tentativa de mudar a estratégia de prova geralmente são os primeiros a ir aos boxes para a troca de pneus, mas desta vez o primeiro a ir aos pits foi o finlandês da Ferrari, Kimi Raikkonen na 18ª volta da prova. Na volta seguinte, foi à vez Hamilton ir aos pits para uma estratégia de parada única nos boxes. Nisso, Sebastian Vettel assumiu a ponta da prova, na tentativa de retardar o máximo possível a sua ida aos boxes.

Seqüência de pit stops errados da Haas ocasiona entrada de Safety Car e muda rumo da prova

O grande momento da corrida acabou vindo de uma sucessão de trapalhadas da escuderia norte-americana Haas. Tudo porque seus dois pilotos que faziam uma excelente corrida, ao parar nos boxes e retornar a pista tiveram problemas para fixar seus pneus em seus carros. Nisso, tanto Kevin Magnussen, quanto Romain Grosjean pararam na pista e tiveram de abandonar a prova com problemas em seus carros. A parada de Grosjean em especial, causou a entrada do Safety Car, momento exato em Vettel que estava na liderança da prova fez a sua parada nos boxes e voltou à pista na frente de Hamilton, causando uma surpresa para o piloto britânico que questionou via rádio a presença de Vettel a sua frente.

Corrida com poucas ultrapassagens mas muitos abandonos

Conhecidamente como uma pista de difícil ultrapassagem, o GP da Austrália reservou uma corrida com um baixo numero de ultrapassagens, mas um alto índice de abandonos entre os carros. Junto com os dois carros da Haas, a Toro Roso de Pierre Gasly, a Sauber de Marcus Ericsson e a Williams de Sergey Sirotkin, acabaram ficando pelo caminho em Melbourne.

Destaque da prova vai para Alonso e Daniel Ricciardo

O domingo em Melbourne reservou uma boa corrida tanto para Fernando Alonso e Daniel Ricciardo. O espanhol, que largou no meio do pelotão foi um dos que se aproveitou da presença do Safety Car após o incidente com os carros da Haas e deu o pulo do gato, ficando a frente dos carros da Red Bull de Max Verstappen e a Mercedes de Valtteri Bottas. Nisso, o espanhol conseguiu segurar com maestria o ímpeto de seus adversários e cruzou a linha de chegada em um promissor quinto lugar, em uma temporada que não deve dar vitórias ao espanhol, mas promete um salto de qualidade para a McLaren, agora com o motor Renault, após duas temporadas em dificuldades com o motor Honda. Outro destaque positivo da corrida ficou para Daniel Ricciardo, que após ser ofuscado pelo seu companheiro de equipe no treino classificatório, fez uma corrida consistente diante de sua torcida, e só não foi ao pódio porque não conseguiu superar Kimi Raikkonen nas voltas finais, terminando a corrida em 4º.

Destaque negativo vai para Max Verstappen

Diferente de Alonso e Ricciardo, quem decepcionou neste domingo, foi o holandês da Red Bull, Max Verstappen. Largando da quarta posição ele acabou sendo superado pela Haas de Kevin Magnussen logo na primeira curva, e a partir disso, o que se viu foi um Verstappen visivelmente atrapalhado ao longo da prova. Ao colecionar uma rodada e algumas escapadas de pista, Max terminou a corrida com alguns danos no carro, reportados pela Red Bull no radio, e sem conseguir fazer um ataque direto a Fernando Alonso nas voltas finais, terminando uma corrida, que prometia uma chance de subir ao pódio em sexto lugar.

Vettel detona Hamilton e vence em Melbourne

Se tem alguém que deixará a Austrália com todos os motivos para sorrir é Sebastian Vettel. Após surpreender Hamilton nos boxes e tomar a ponta da corrida, Vettel suportou a pressão de Lewis por mais de 20 voltas, quando Hamilton por vezes se aproximava na tentativa de superar Sebastian. Nisso, o GP da Austrália também mostrou uma superioridade por parte da Mercedes que terá de ficar atenta as suas estratégias de corrida, a fim de não ser surpreendida pela Ferrari,que também cabe-se dizer contou com a sorte com a entrada do Safety Car na hora certa para Vettel ir aos boxes e tomar a ponta da corrida.

Desta forma, Vettel cruzou a linha de chegada quase 5s a frente de Hamilton que teve de gerenciar o alto desgaste de pneu nas voltas finais, após uma aproximação perigosa de Raikkonen e Ricciardo. Essa é a 49ª vitória de Sebastian Vettel na carreira, que acabou devolvendo na pista a provocação de Hamilton após cravar a pole position no sábado. Quando o britânico supostamente desdenhou o desempenho da Ferrari no qualify. A Fórmula 1, que agora deixa a Austrália e segue rumo ao Bahrein para a segunda etapa da temporada no próximo dia 8 de abril no circuito de Sakhir.

Confira abaixo a classificação final do GP da Austrália:

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *