Vettel supera Verstappen e crava a pole no México. Hamilton é o 3º e Massa 11º

O jeito é seguir lutando. Talvez esse seja o pensamento de Sebastian Vettel, que ainda sonha com um pentacampeonato mundial quase improvável, diante de uma vantagem quase irreversível a favor de Lewis Hamilton, que pode ser campeão neste final de semana. Dando sinais de que ainda respira no campeonato, Sebastian Vettel com uma volta fantástica, com direito a recorde do Circuito Hermanos Rodriguez, na Cidade do México, superou Max Verstappen e vai largar na frente no GP do México.

Q1 elimina carros de Sauber e Haas

A primeira parte do treino começou com um carro a menos na disputa, uma vez que a STR de Pierre Gasly com um problema no motor, ocorrido na ultima sessão de treinos livres, tirou o francês do treino classificatório. Sem Gasly, 19 carros foram para o Q1, onde os carros de Haas e Sauber acabaram eliminados na primeira parte do treino. Na frente, a Mercedes deu as cartas com Hamilton com o tempo de 1m17s518 que ficou com o melhor tempo do Q1.

Q2 elimina Williams, McLaren e Toro Roso

A segunda parte do treino classificatório marcou o fim da linha para os carros da McLaren, que obteve um bom desempenho com Fernando Alonso no Q1, com um surpreendente quinto lugar, mas que não teve o mesmo desempenho no Q2, sendo superado pelos carros da Williams, que também acabaram eliminados. Com um 11º lugar no grid, o piloto brasileiro Felipe Massa, nada pode fazer após um desempenho pífio da escuderia inglesa. Outro que foi eliminado foi o neozelandês da STR Brendon Hartley, que assim como seu companheiro de equipe, Pierre Gasly, sofreu com problemas no motor e foi obrigado a abandonar o Q2. Na frente, uma tônica daquilo que seria restante do treino, começou a se desenhar quando Max Verstappen cravou o melhor tempo da sessão ao anotar 1m16s524, com Vettel em segundo ficando 0s346 atrás do holandês. A volta de Verstappen até então, era o novo recorde da pista mexicana.

Vettel supera Verstappen no fim e crava a pole no México

Dando mostras de que vai vender caro o titulo quase iminente de Lewis Hamilton, que deve confirmar neste domingo, Sebastian Vettel foi perfeito no Q3. Em uma disputa intensa entre Red Bull e Ferrari, chamou a atenção o desempenho discreto dos carros da Mercedes no Q3. A batalha pela pole position começou com Max Verstappen dando as cartas nos minutos iniciais do Q3, ao anotar 1m16s574, ficando quase três décimos a frente de Vettel que ficou com tempo de 1m16s873 na segunda posição, seguido de Hamilton em terceiro. A partir disso, os pilotos foram para os boxes para colocar compostos novos de pneus, e assim retornaram a pista para ultima tentativa de melhorar seus tempos de volta.

Com isso, já com o cronômetro zerado, Sebastian Vettel com uma volta fantástica cravou o tempo de 1m16s488, ficando apenas 0.086s a frente de Max Verstappen que não conseguiu melhorar a volta, e assim ficou em segundo. Hamilton por sua vez, acabou em terceiro. Esta é a quarta pole position de Sebastian Vettel no ano, e a 50ª na carreira do alemão tetracampeão do mundo, que ainda sonha com o titulo da temporada. O Grande Premio do México acontece neste domingo, e a corrida pode definir o campeão da temporada. Para isto acontecer, o britânico Lewis Hamilton precisa chegar na quinta posição, mesmo se Vettel vencer a corrida. A largada para as 71 voltas nos 4.304km, no Circuito Hermanos Rodríguez está marcada para as 17h, pelo horário brasileiro de verão.

Confira o grid completo para o GP do México:

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *