Hamilton domina rivais e crava a pole na Austrália com Vettel em 2º. Massa é o 7º.

Deu a lógica. Em uma sessão, que apontou quem vai ditar o ritmo nesta primeira parte da temporada, os carros de Mercedes e Ferrari, dominaram as três partes do primeiro treino classificatório do ano. Com uma volta fantástica, Lewis Hamilton deu seu cartão de visitas, e mostrou porque é apontado como franco favorito para o título da temporada, e vai largar na frente no Grande Prêmio da Austrália.

Primeiro Q1 da temporada elimina os cinco carros mais lentos da sessão

Diferente de 2016, quando os seis carros mais lentos do grid eram eliminados, e tinha 20 minutos de duração, o Q1 eliminará os cinco carros mais lentos do grid e terá quinze minutos de duração, o que de certa forma deixa a primeira parte do treino classificatório bem mais agitada do que na temporada passada. Juntando todos esse fatores, a primeira sessão de classificação do ano contou com possibilidade de chuva, com nuvens carregadas rondando o circuito de Melbourne, equipes e pilotos trataram logo de não perder tempo e ir para a pista para aferir seus tempos de volta. Nisso, até mesmo os carros mais velozes do grid rapidamente foram à pista para se garantir no Q2, e não correr riscos, onde Lewis Hamilton foi o mais veloz da primeira parte do treino com o tempo de 1m24s191, seguido por Kimi Raikkonen na segunda posição. No final do pelotão, chamou atenção entre os eliminados os novatos Stoffel Vandoorne da McLaren e Lance Stroll da Williams, que ficaram muito longe nos tempos de volta em relação aos seus companheiros de equipe, Fernando Alonso e Felipe Massa, que avançaram sem sustos para o Q2. Ainda foram eliminados no Q1, Jolyon Palmer da Renault, Kevin Magnussen da Haas, e outro novato do dia, o italiano Antonio Giovinazzi da Sauber, que substitui o alemão Pascal Wehrlein, que foi vetado da corrida por ordem médica.

palmer

Q2 elimina mais cinco carros do grid e tem a liderança de Valteri Bottas

Assim como na primeira parte do treino classificatório, a segunda parte do treino, o Q2, também serve para eliminar os cinco carros lentos, que passaram da primeira parte do treino. Nisso, ficou mais evidente, um domínio inicial dos carros de Mercedes e Ferrari, que praticamente sobraram em relação aos demais rivais. Destaque para Valteri Bottas, que foi o mais rápido na segunda parte do treino com o tempo de 1m23s315, ficando apenas 36 milésimos a frente de Hamilton que foi o segundo. Logo atrás, destaque para os carros da Ferrari com Kimi Raikkonen na terceira posição, seguido por Vettel, ficando apenas 0.1 décimo das flechas de prata, dando mostras de que a disputa entre Ferrari e Mercedes, estava apenas começando. Entre os eliminados, destaque negativo para os carros da Force India de Esteban Ocon e Sergio Pérez, de quem se esperava uma boa performance, dado o impulso dos motores Mercedes, o que não aconteceu. Junto com os carros da escuderia inglesa, a Sauber de Marcus Ericsson, a McLaren de Fernando Alonso e a Renault de Nico Hulkenberg.

alonso

Hamilton domina Q3 e crava a pole em Melbourne

A terceira e ultima parte do treino, começou agitada com os carros de Mercedes e Ferrari tomando conta das ações, e cravando logo os tempos mais rápidos da sessão. Com Valteri Bottas sendo o primeiro a marcar a volta mais rápida da sessão, o finlandês foi rapidamente superado por Vettel, e que foi superado em seguida por Hamilton, com o tempo de 1m22s422, com quase três décimos de vantagem sobre Vettel. Kimi Raikkonen por sua vez, marcou o quarto tempo, ficando mais de meio segundo atrás dos três primeiros. Mas um acidente na curva 14, com o piloto australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, interrompeu por cerca de cinco minutos o Q3, obrigando os pilotos a retornarem aos boxes, até que o carro de Ricciardo, ficou destruído, fosse retirado da pista.

ricciardo1

Com isso, após a interrupção do treino, faltando pouco mais de cinco minutos para o final da sessão, os carros retornaram a pista para as ultimas tentativas de volta rápida, ainda com a possibilidade de chuva, e o baixa luminosidade do fim de tarde em Melbourne. Faltando pouco mais de dois minutos para o fim da sessão, todos os carros foram à pista para a ultima tentativa de volta rápida, foi aí que Lewis Hamilton mostrou porque é apontado neste inicio de temporada como franco favorito neste ano.

lewis

Com uma volta fantástica, o britânico cravou o tempo de 1:22.188 e ficou com a pole position, seguido por Sebastian Vettel, que tirou Valteri Bottas da primeira fila que vai largar em terceiro ao lado do compatriota Kimi Raikkonen. Felipe Massa por sua vez, pouco conseguiu fazer, e com apenas uma tentativa de volta rápida, para poupar os pneus visando a corrida, larga na sétima posição.

massa

Essa é a 62ª pole position de Lewis Hamilton, que iguala Ayrton Senna em numero de pole positions na Austrália, seis para cada um. O Grande Premio da Austrália acontece neste domingo, a largada para as 58 voltas nos 5.303km do circuito de rua de Albert Park, em Melbourne está marcada para as 2h, pelo horário de Brasília.

grid

Confira abaixo o grid completo para o GP da Austrália:

qualify

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *