Hamilton vence em Silverstone e entra de vez na luta pelo campeonato. Massa é 11º e Nasr 15º

Um ídolo nos braços de seu povo. Em uma corrida com varias nuances, que começou com a presença do Safety Car em pista molhada, algumas trocas de posições e alterações de estratégia, o tricampeão Lewis Hamilton, levou a melhor sobre Nico Rosberg e venceu o Grande Premio da Inglaterra, colocando fogo na disputa pelo titulo da temporada.

Largada com a presença do Safety Car

A chuva resolveu dar as caras horas antes da largada em Silverstone. Hamilton que temia a chuva após conquistar a 55ª pole position de sua carreira no sábado, largou para as 52 voltas da corrida ‘escoltado’ pelo Safety Car até a sexta volta, quando o carro de segurança finalmente foi aos boxes autorizando a largada em fila indiana.

Primeira rodada de boxes acontece antes da primeira volta sem Safety Car

Sentindo uma melhora nas condições de pista, antes mesmo de completar a primeira volta sem a presença do carro de segurança, isto no sexto giro de corrida, algumas equipes optaram por entrar nos boxes para colocar os pneus intermediários, onde todos os carros haviam optado por largar com pneu de chuva. Neste momento, Raikkonen, Bottas, Sainz, Hulk, Alonso, Vettel, Grosjean e Magnussen, Werhlein e Gutiérrez optaram por ir aos boxes para colocar pneus intermediários. Duas voltas depois, em uma ‘aula’ de pit stop os carros da Mercedes fizeram as suas paradas de box, em sequencia e sem perdas para seus pilotos.

box_manor

Rodadas e saídas de pista marcaram a transição de pista molhada para piso seco

Após a primeira rodada de pit stops, os carros optaram pelos pneus intermediários sofreram um pouco para se adaptar a transição de pista molhada para pista seca, onde escapadas de pista e rodadas por parte dos pilotos foram destaque. O primeiro a rodar e sair da pista foi o alemão Pascal Wehrlein, uma volta após fazer a sua parada de box. O piloto da Manor acabou perdendo o controle do seu carro e indo para a brita, tendo de abandonar a corrida. Na 11ª volta foi a vez de Valteri Bottas, perder o controle da sua Williams ao defender a nona posição em uma disputa por posição. Na 14ª volta, Kimi Raikkonen foi outro que saiu de pista, foi conhecer a área de escape da pista.

Vettel foi o primeiro a arriscar pneus para pista seca

Na 16ª volta da corrida, tentando uma prova de recuperação, Sebastian Vettel, foi o primeiro piloto a arriscar pneus para pista seca, ao constatar uma melhora constante nas condições do asfalto. O alemão retornou a pista na 15ª posição. Na volta seguinte, os demais pilotos, também foram aos boxes para fazer a parada e colocar os compostos para o piso seco. Chamou a atenção, uma trapalhada da equipe Renault, na parada de Jolyon Palmer, que não teve o pneu traseiro direito bem afixado pela equipe. Tendo de ser removido de volta ao box para recolocar o pneu. A trapalhada rendeu uma punição a Palmer que teve de cumprir um stop and go.

Felipe Massa tem um domingo difícil

Largando da 12ª posição, Felipe Massa teve mais um domingo de dificuldades em Silverstone. Tentando se recuperar na corrida Massa tentou dar o ‘pulo do gato’ ainda no inicio da prova quando tentou ficar uma volta a mais na pista tão logo foi autorizada a saída do Safety Car. Com isso, Massa passou boa parte da corrida lutando no pelotão intermediário da prova, com algumas boas disputas por posição contra Fernando Alonso e Sebastian Vettel. Ao final, Felipe Massa sai de Silverstone apenas na 11ª posição, sem marcar pontos para o campeonato. Um resultado ruim para quem almeja seguir na Fórmula 1 em 2017.

Felipe Nasr por sua vez, teve mais uma corrida para esquecer

Sofrendo muito com as dificuldades da Sauber, Felipe Nasr segue a sua rotina de corridas ruins com a Sauber. Largando na ultima o brasiliense fez o que pode dentro das limitações da equipe suíça. Na tentativa de ganhar algumas posições dentro da estratégia de corrida, Nasr chegou a ficar no top 10 por algumas voltas, pouco antes da troca de pneus intermediários para pneus para pista seca. Sem conseguir se sustentar perante carros mais rápidos, o brasileiro terminou a corrida na 15ª posição.

Pela segunda corrida seguida, Max Verstappen vai ao pódio

Único piloto a desbancar a Mercedes no ano, o jovem holandês Max Verstappen, assim como na Áustria, retornou ao pódio neste final de semana. Em uma corrida consistente, o menino prodígio da Fórmula 1, conseguiu travar um belo duelo contra Nico Rosberg pela segunda posição. Ao final, uma punição a Nico, rendeu a segunda posição para o holandês, um premio para aquele que é apontado como a revelação da temporada.

Rosberg deixa Silverstone pressionado por Hamilton

Após dominar as quatro primeiras corridas do ano, e disparar na ponta do campeonato, chegando a estar quase 50 pontos a frente do seu maior rival, Nico Rosberg parece ter perdido o rumo no campeonato, e agora se vê em uma situação de extrema pressão por uma iminente perda da liderança do campeonato. Para piorar, a corrida neste domingo acabou de forma ruim para o alemão da Mercedes ao ser punido pelos comissários da prova por conta da comunicação de radio, que desde a temporada passada limita aos pilotos algumas informações sobre a situação do carro e da corrida. A poucas voltas do fim a equipe informou a Nico que evitasse a sexta marcha da sua Mercedes. O fato passou a ser investigado e Nico foi punido horas depois, com o acréscimo de 10s no tempo de sua corrida, perdendo assim, a segunda posição da corrida. O terceiro lugar deixou Nico apenas um ponto a frente de Hamilton.

Hamilton vence em casa, e reduz vantagem no campeonato para apenas um ponto

Nem o torcedor mais otimista do tricampeão Lewis Hamilton poderia imaginar que após um começo ruim de temporada, com um Nico Rosberg arrasador nas quatro primeiras corridas do ano, veria uma reação tão rápida e contundente do piloto britânico. Em um domingo épico para Hamilton, o tricampeão não deu chance alguma para seus rivais e venceu a corrida praticamente de ponta a ponta. Esta é a quarta vitoria de Hamilton no ano, a 47ª na carreira, e que foi comemorada ao final nos braços do povo, ao melhor estilo Valentino Rossi, quando vence suas corridas na Moto GP. De quebra, Hamilton reduz a vantagem de Rosberg no campeonato para apenas um ponto (168 a 167). A Fórmula 1 que agora terá uma parada, e retorna daqui duas semanas, no Grande Premio da Hungria, no tradicional circuito de Hungaroring, no próximo dia 24 de julho.

Confira abaixo o resultado final do GP da Inglaterra:

 

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *