Hamilton ‘beija’ o muro e Rosberg faz a pole no Azerbaijão. Massa é 5º e Nasr o 16º

Em um cenário ainda desconhecido, as armadilhas e surpresas de um traçado ainda a ser desvendado podem trazer prejuízos para equipes e pilotos na busca do melhor tempo visando a corrida no domingo, onde um erro pode ser fatal. Desta forma, Nico Rosberg se aproveitou de um erro grosseiro de Lewis Hamilton e vai largar na pole no Grande Premio da Europa.

Q1 elimina seis carros, com destaque negativo para Renault e avanço de Nasr ao Q2

Na tentativa de evitar maiores riscos, a primeira parte do treino marcou equipes e pilotos optando por irem a pista diretamente com o pneu supermacio. Fato pouco comum se tratando de ser a parte do treino onde os carros mais lentos do grid, naturalmente são eliminados. Mas com a baixa aderência ao traçado de Baku, a opção do pneu de faixa vermelha era mais segura para o primeiro trecho do treino classificatório. Entre os tempos de volta, o domínio ficou com as Mercedes de Hamilton e Rosberg que já davam mostras de que travariam um duelo particular pela pole position, tamanha a superioridade da equipe alemã no traçado azeri. Destaque positivo no Q1 ficou por conta do brasileiro Felipe Nasr, que na 16ª posição, conseguiu avançar para a segunda parte do treino com uma bela volta, o que de certa forma acabou sendo um premio para Nasr, que há muito tempo não avançava para o Q2. Entre os eliminados, a decepção ficou por conta da Renault que não conseguiu encontrar um bom acerto para as ruas de Baku, e fará com seus dois carros a ultima fila do grid, ficando atrás dos carros da Manor, onde Rio Haryanto por muito pouco não avançou para o Q2. Eliminados no Q2, alem dos carros da Manor de Werhlein e Haryanto, e os carros da Renault de Palmer e Magnussen, a Sauber de Marcus Ericsson, que chegou a tocar no muro na sua ultima tentativa de volta rápida. Completando o time de eliminados no Q1, sobrou para a McLaren de Jenson Button que não conseguiu melhorar seus tempos de volta.

Q2 tem mais seis eliminados com Felipe Massa indo ao Q3

A segunda parte do treino segue a mesma toada do Q1, onde os seis carros mais lentos também são eliminados, mas também é a parte do treino onde os pilotos escolhem o pneu que irão largar no domingo, onde o pneu utilizado no Q2 que o piloto fez a volta rápida, é o mesmo que ele utilizará no domingo na largada. Foi desta forma, que equipes e pilotos já começaram a traçar a estratégia para a corrida no domingo, onde a Mercedes novamente dominou a sessão com Nico Rosberg. Chamou a atenção a quantidade de ‘escapadas’ de pista de Lewis Hamilton que andou o tempo todo no limite, e que só foi confirmar a sua presença no Q3 nos segundos finais do Q2 com uma volta que o colocou na segunda posição da sessão. Deixando Felipe Massa, que também fez uma volta boa, na décima posição, no limite para a classificação ao Q3. Felipe Nasr por sua vez, com problemas no motor da Sauber, fez parte dos eliminados no Q2, mas o brasiliense já se dava por satisfeito por ter avançado para a segunda parte do treino, fato que tem sido raro dado as dificuldades da Sauber nesta temporada. Junto com Nasr, também foram eliminados a Force India de Nico Hulkenberg, os carros da Haas de Gutierrez e Grosjean, além da Toro Roso de Carlos Sainz e a McLaren de Fernando Alonso.

Hamilton ‘beija’ o muro, Rosberg agradece, e crava a pole em Baku

Em um circuito onde a aderência ainda é algo a ser obtido, por se tratar de um traçado novo na Fórmula 1, erros e saídas de pista acabaram sendo muito freqüentes ao longo das sessões de treinos já realizados em Baku, onde muitos pilotos foram ‘passear’ nas áreas de escape e outros até conheceram os muros do circuito azeri. Desta forma, o Q3 começou com os pilotos indo a pista tão logo que foi acionado a luz verde, na tentativa de marcar logo seus tempos de volta. Destaque positivo no final de semana até aqui em Baku, o mexicano Sergio Pérez foi o primeiro a cravar o melhor tempo no Q3, com uma excelente volta, que foi superada logo em seguida pela Mercedes de Nico Rosberg. Mais atrás, Felipe Massa por sua vez, naquela que foi a sua única tentativa de volta rápida, cravou quarto melhor tempo.

Andando praticamente todo o final de semana no limite do carro, Lewis Hamilton tentou de todas a formas superar seu rival na luta pelo titulo, Nico Rosberg, mas o arrojo e a ousadia de Hamilton, hoje custou caro ao britânico. Com um erro grotesco na sua volta rápida, o britânico bateu com a roda dianteira na saída da curva do Castelo, a mais estreita do traçado azeri, quebrando a suspensão dianteira da sua Mercedes, tendo de abandonar a sessão, quando tentava superar Rosberg. O treino acabou sendo paralisado por alguns minutos para a retirada do carro de Hamilton, que terá de largar na décima posição.

Após a retirada do carro de Hamilton, os carros que foram obrigados a retornar aos boxes ainda tiveram tempo para uma ultima tentativa de volta rápida, onde apenas Daniel Ricciardo melhorou seu tempo de volta subindo para a terceira posição, que viraria segundo lugar, por conta da punição a Sergio Perez, que ficou com a segunda posição, mas como o mexicano trocou componentes em seu carro após uma batida nos treinos livres de sexta, ele perderá cinco posições no grid, largando na sétima posição. Esta é a terceira pole de Rosberg na temporada, tendo largado na frente na China e na Rússia, sendo a pole de hoje a 25ª na carreira do alemão da Mercedes. O Grande Premio da Europa acontece neste domingo, e a largada para as 51 voltas no Circuito de Baku, capital do Azerbaijão, está marcada para às 10 da manhã, pelo horário Brasília.

Confira abaixo o grid de largada para o GP da Europa:

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *