Vettel vence em Cingapura e mantém vivo o sonho do penta. Nasr pontua e Massa abandona

Perfeito. Se for procurar algum adjetivo para a corrida de Sebastian Vettel neste domingo, provavelmente ele Vettel a definiria desta forma. Em uma performance que beirou a perfeição na noite de Cingapura, Vettel venceu de ponta a ponta a 13ª etapa da temporada, e com o abandono de Lewis Hamilton, mantém vivo o sonho do pentacampeonato mundial.

Largada limpa e sem incidentes

Com o novo sistema de largada implementado desde o GP da Bélgica, o momento de partida dos carros que já é um dos mais tensos da corrida, ganhou uma atenção mais do que redobrada, uma vez que ficou proibida toda e qualquer comunicação entre equipe e piloto, visando uma melhor colocação antes da primeira curva. Com isso, os pilotos tiveram um cuidado redobrado na primeira curva, fazendo um largada limpa. Azar de Max Verstappen que não conseguiu arrancar a sua Toro Roso, e teve de ir aos boxes para ligar o carro e aí sim, tentar escalar o pelotão de carros. Mais a frente, não houve nenhum incidente entre os carros, após a primeira curva.

largada_cingapura

Após a largada, Vettel dispara na ponta da corrida

Com um carro nitidamente superior ao de Daniel Ricciardo, Sebastian Vettel tratou logo de impor seu ritmo de corrida, ao completar a primeira volta com impressionantes 3s de vantagem sobre Ricciardo. Já dando mostras aos rivais de que teriam muito trabalho, se quisessem lutar pela vitória no circuito de Marina Bay. Mais atrás, chamava a atenção os carros da Mercedes até então soberanos na atual temporada , sequer conseguiam acompanhar o forte ritmo de Ferrari e RBR.

vettel_ponta_cingapura

Rodada de pits stops começa na 10ª volta

Coube a Romain Grosjean abrir a primeira rodada de pits ainda na 10ª volta da corrida. A tônica do desgaste de pneu seria algo a ser observado ao longo da prova, uma vez que havia a possibilidade de algumas equipes optarem por uma estratégia de corrida que contemplava até três paradas de boxes. Fato que algumas equipes do meio do pelotão de carros, acabara por optar, na tentativa de descontar o tempo perdido.

ericsson_box_cingapura

Incidente entre Hulkenberg e Massa ocasiona entrada de Safety Car

Ainda na primeira parte da corrida, um incidente envolvendo Felipe Massa e o alemão Nico Hulkenberg, logo após a parada de box do piloto brasileiro, ocasionou a entrada do Safety Car na pista. Tudo por conta de uma manobra equivocada de Hulkenberg, ao não dar espaço para Massa que seguia a linha de dentro da curva. Com o choque entre os dois carros, pior para Nico, que acabou se chocando contra a barreira de pneus abandonado a prova e ocasionando a ida do Safety Car, para auxiliar os fiscais de pista a retirar os detritos dos carros, que ficaram no asfalto. Ainda sobre o acidente, os comissários de prova, realizaram uma investigação sobre o ocorrido, e consideraram Hulkenberg culpado, já punindo o alemão com a perda de três posições no grid do Grande Premio do Japão.

hulk_massa_acidente_cingapura

Em domingo para esquecer, Felipe Massa abandona a corrida na 31ª volta

Contando com dificuldades em acertar a sua Williams desde a sexta-feira, o domingo para Felipe Massa foi daqueles para apagar da memória do piloto brasileiro. Largando na 9ª posição, ele chegou a ganhar uma posição na largada por conta do problema com a STR de Max Verstappen. A partir disso, ele ainda tentou acompanhar o ritmo do seu companheiro de equipe, o finlandês Valteri Bottas, mas sem muito sucesso. Após a primeira parada de box, Massa fora atingido por Hulkenberg enquanto retornava a pista. O que já era ruim, ainda ficou pior quando um problema no câmbio da sua Williams na 31ª volta pôs fim ao domingo negativo para o brasileiro, que de quebra caiu para a 6ª posição no campeonato, com o 3º lugar de Raikkonen e o 5º de Valteri Bottas na corrida.

massa_cingapura1

Após seis etapas, Felipe Nasr volta a pontuar

Contando com atualizações importantes na sua Sauber, Felipe Nasr sabia que as chances de pontuar largando na 16ª seriam mínimas. Mas como tem sido ao longo do ano, e dito pelo próprio Nasr, a ordem é tentar aproveitar as oportunidades que surgem para o novato brasileiro pontuar, e foi a assim a duas voltas do fim, após uma boa disputa contra Romain Grosjean que Nasr aproveitou uma escapada de pista do francês da Lotus, para marcar um ponto após seis corridas. Um premio para o piloto brasileiro, que fazia uma boa corrida, e que chegou a estar em 7º antes da entrada do segundo Safety Car.

nasr_cingapura

Safety Car retorna a pista por conta de uma invasão de pista

Um incidente inusitado aconteceu na 37ª volta da corrida, quando um expectador até o momento não identificado, caminhou calmamente na pista próximo ao guard rail, enquanto os carros passavam beirando os 300km/h naquele ponto da pista. Imediatamente o Safety Car foi acionado, e o pedestre saiu em meio a uma das grades que cercava o traçado, sem ferimentos. Por sorte também, o fato inusitado não interferiu no resultado da corrida, que ficou por três voltas sob a tutela do Safety Car.

homem_invade_pista_cingapura

Hamilton abandona com problemas na sua Mercedes

‘Dono’ da atual temporada, Lewis Hamilton sentiu o gosto amargo do fracasso neste domingo, ao abandonar a prova. Com uma perda de potencia no motor da Mercedes do bicampeão, Hamilton era facilmente superado pelos seus rivais, chegando a fazer uma volta na casa dos 2min. Hamilton que pelo radio insistia para abandonar a prova e poupar o motor de uma possível quebra, ainda contava com uma insistência da equipe para seguir na pista. Ao entrar nos boxes para a segunda parada, ele finalmente abandonou a prova, após uma análise do seu carro pelos mecânicos.

hamilton_cingapura

Vettel administra vantagem sobre Ricciardo, vence em Cingapura e ainda sonha com o penta

Visivelmente administrando a vantagem que tinha sobre Daniel Ricciardo, tamanha a superioridade no ritmo de corrida, coube a Sebastian Vettel apenas se resguardar no terço final da corrida, mantendo uma boa vantagem de 3.5s sobre o australiano da RBR, e receber a bandeira quadriculada pela terceira vez no ano. Esta foi a 42ª segunda vitória na carreira no alemão, que com este triunfo, ele se torna o terceiro maior vencedor na história da categoria, superando as 41 vitórias de Ayrton Senna, e ficando a nove vitórias de ser o segundo maior vencedor da Fórmula 1, que é o francês Alain Prost, que teve 51 vitórias ao longo da carreira. O resultado também serviu para a Ferrari que até então começara o ano desacreditada, após um 2014 sem nenhuma vitória,e que tinha como meta vencer de duas a três corridas neste ano, sonhar com um improvável pentacampeonato de Sebastian Vettel, uma vez que com a vitória Vettel fica a 49 pontos de distância de Hamilton na pontuação, faltando 150 pontos a serem disputados, nas cinco provas restantes até o final do ano. Outro que ‘agradeceu’ o abandono de Hamilton na corrida, foi Nico Rosberg, que com o 4º lugar reduziu em 12 pontos a desvantagem para Lewis, ficando 252 para Hamilton, contra 211 de Rosberg e 203 de Vettel. A Fórmula 1 que já faz as malas e segue para o Japão, onde no próximo domingo (27) chega ao tradicional circuito de Suzuka, para o Grande Premio do Japão, na corrida que marca a 14ª etapa do campeonato mundial de Fórmula 1.

vettel_cingapura_vence

Confira abaixo o resultado final do GP de Cingapura:

resultado_gp_de_cingapura

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *