Hamilton vence fácil na Bélgica e amplia vantagem no campeonato. Massa é o 6º e Nasr o 11º

Fácil, extremamente fácil. Essa seria a melhor definição para mais um triunfo de Lewis Hamilton na temporada. Em uma corrida sem surpresas, o piloto britânico venceu pela sexta vez no ano no Grande Premio da Bélgica, e ampliando a vantagem sobre Nico Rosberg na luta pelo campeonato.

Novo sistema de largada proporciona boas disputas por posições

Momento muito aguardado desde o retorno da Fórmula 1, o Grande Premio da Bélgica apresentou uma novidade no sistema de largada para equipes e pilotos, que a partir deste GP fica proibido a comunicação entre equipe e piloto, com a finalidade de auxiliar no momento da largada. Itens como embreagem, torque do motor e sensibilidade do acelerador eletrônico que são basicamente determinadas por funções controladas no volante, onde anteriormente as informações sobre estes itens com a finalidade de auxiliar os pilotos no momento da largada eram trocadas via radio entre os engenheiros e piloto, foi proibida pela FIA, o que de certa forma deu uma emoção na largada, uma vez que alguns pilotos como Nico Rosberg e Felipe Massa, tiveram problemas e perderam posições no apagar das luzes de largada. Melhor para Hamilton que disparou na ponta sendo apenas ameaçado pelo boa largada de Sergio Pérez, que chegou a tomar a ponta da corrida por alguns metros, sendo superado em novamente por Hamilton.

largada_spa

Primeira rodada de boxes recupera Rosberg na corrida

Daniel Ricciardo foi o encarregado de abrir a primeira rodada de pit stops na 9ª volta da corrida, dando mostras de que o desgaste de pneu seria uma tônica da corrida, e que poderia vir a definir os rumos para alguns pilotos, como foi o caso de Nico Rosberg que vinha se recuperando de uma largada ruim, com a parada de Pérez e Ricciardo saltou para a segunda posição.

massa_box_spa

Williams protagoniza a trapalhada da corrida em pit stop de Bottas

A equipe Williams parece ter perdido o rumo. Tudo por conta de sucessivas trapalhadas ao longo da temporada que lhe tiraram muitos pontos ao longo do ano, hoje foi fatal para a corrida de Valteri Bottas. Em uma parada de box atrapalhada, a equipe britânica trocou os compostos e colocou três pneus macios e um pneu médio no carro do finlandês, o que gerou uma punição ao finlandês que teve de retornar aos boxes na seqüência, despencando na classificação.

bottas_pneu_spa1

Corrida marcada por boas disputas no meio do pelotão

Se na frente Lewis Hamilton tratou de não dar chances aos rivais disparando na ponta, no meio do pelotão as disputas por posições foram intensas. Apresentando um bom ritmo de corrida, os carros de Red Bull, Force India e Lotus apresentavam um bom ritmo em relação a Williams e Ferrari, carros que costumeiramente andam mais a frente. Destaque para Danil Kvyat com boas investidas sobre os carros da Williams, que não fez uma boa primeira parte de corrida.

kvyat_spa

Melhor que a atuação, 6º lugar de Felipe Massa ficou além das expectativas

Com dificuldades de performance com os pneus macios, Felipe Massa teve dificuldades na primeira perna de corrida, sendo superado até com certa facilidade pelos rivais. Mesmo assim, o 6º lugar na corrida, mesmo sendo aquém do que a Williams já conquistou nessa temporada, se não foi o resultado esperado pelo brasileiro pelo menos o coloca na quarta posição do campeonato, agora com 82 pontos. Ficando assim momentaneamente a frente de seu companheiro de equipe na tabela de pontuação.

massa_spa

Felipe Nasr comemora evolução do carro, mas sofre com falta de competitividade

Mesmo apresentando uma boa evolução em seus carros após apresentar um pacote de atualizações, a Sauber ainda sofre com a falta de competitividade maior em relação aos rivais. Mesmo pontuando com Marcus Ericsson na corrida, Felipe Nasr sofreu ao longo da corrida com problemas nos freios da sua Sauber o que de certa forma o limitou na disputa por mais posições. Como consolação, o brasileiro participou de boas disputas e chegou a superar Fernando Alonso por duas vezes na corrida. O brasileiro terminou em 11º.

nasr_spa

Pneu explode a poucas voltas do fim e Vettel não pontua

Tentando uma estratégia arriscada que contemplava apenas uma parada de boxes, Sebastian Vette sabia que teria de alguma forma compensar a classificação ruim no sábado, que colocou o tetracampeão na nona posição do grid. Partindo disso, a Ferrari arriscou tudo tentando apenas uma parada de box com Sebastian Vettel, tentando um ‘pulo do gato’ na classificação da corrida. O que o time italiano não contava, era que a poucas voltas do final, logo após passar pela Eau Rouge, o pneu traseiro direito do alemão explodiria em plena reta, indo pó água abaixo todas as chances de pódio e pontuação do piloto alemão que ainda sonha com o pentacampeonato do mundo. Ao final, Vettel terminou a corrida em 12º.

vettel_spa

Em corrida sensacional, Romain Grosjean coloca a Lotus no pódio

Após fazer o quarto melhor tempo no sábado, mas tendo de largar na nona posição por conta de uma troca de cambio, o que lhe rendeu uma punição com a perda de cinco posições no grid, Romain Grosjean pode-se dizer que viveu um domingo de redenção em Spa-Francorchamps. Em uma temporada com algumas dificuldades com a Lotus, Romain conseguiu imprimir um ritmo forte de corrida desde o inicio, e com boas ultrapassagens, sempre esteve muito próximo das quatro primeiras posições. No fim, com o azar do estouro de pneu de Vettel, que estava exatamente a sua frente, Grosjean foi premiado com a ida ao pódio, justamente em uma corrida que ele Grosjean causara um grave acidente na largada em 2012, onde ele mesmo Grosjean foi questionado em relação a seu potencial dentro de Formula 1. Ao final ainda em entrevista coletiva, Grosjean ainda dedicou o resultado ao seu avô, que faleceu na ultima semana.

grosjean_spa

Hamilton domina Rosberg e vence a sexta corrida no ano

Com extrema facilidade, o domingo para Lewis Hamilton em Spa-Francorchamps foi quase que um passeio em meio a floresta na região belga. Sem ser fortemente ameaçado, Hamilton apenas gerenciou a vantagem que tinha em relação a Rosberg, e venceu pela sexta vez no ano, em onze corridas já disputadas. Esta foi a 39ª vitoria na carreira do britânico bicampeão mundial, e que agora abre 28 pontos de vantagem sobre Rosberg, com Hamilton chegando aos 227 pontos contra 199 de Nico. A Fórmula 1 que agora tem uma parada por duas semanas, e retorna no templo da velocidade no Grande Premio da Itália, no lendário circuito de Monza, no dia 6 de setembro.

spa_podio

Confira abaixo a classificação final do GP da Bélgica:  

corrida_spa

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *