Mercedes erra estratégia de Hamilton e Rosberg vence em Mônaco. Nasr é o 9º e Massa o 15º

Azar de um, sorte de outro. Um dos fatores que faz do automobilismo um esporte com milhões de fãs pelo mundo afora, é que a imprevisibilidade por vezes pode mudar o panorama de uma corrida, que parecia já resolvida. Em um erro de estratégia da Mercedes,Nico Rosberg vence em Mônaco, com Hamilton em terceiro.

Largada com incidentes ainda na primeira volta

Um dos momentos de maior expectativa no Grande Premio de Mônaco, é a largada que é um dos poucos momentos da corrida em que as posições podem sofrer grandes alterações. Com isto, coube a Hamilton defender a vantagem obtida com a pole position, e evitar qualquer investida de Rosberg, que mais atrás teve de se desdobrar para evitar o ataque de Vettel que vinha na terceira posição. No meio do pelotão, os pilotos brasileiros tiveram momentos distintos. Enquanto Nasr tentava ganhara três posições, Felipe Massa que também havia feito uma boa largada, se envolveu em um incidente com Pastor Maldonado, tendo de entrar nos boxes para trocar a asa dianteira ainda na primeira volta. Outro incidente também no primeiro giro de corrida aconteceu entre Fernando Alonso e Nico Hulkenberg, onde o piloto alemão acabou batendo na proteção de pista, após um toque de Alonso. O incidente acabou rendendo uma punição ao piloto espanhol, com a perda de 5s na parada de boxes.

largada_monaco1

Hamilton dispara na ponta

Com um carro bem acertado, Hamilton tratou logo de abrir vantagem sobre Rosberg. Durante as dez primeiras voltas a vantagem já girava na casa dos 3s, onde Rosberg por sua vez não conseguia acompanhar o ritmo de Hamilton, e ainda tinha de ficar esperto com o ritmo de Vettel que vinha logo atrás. Na volta 26 a vantagem de Hamilton e Rosberg já beirava os 5s.

hamilton_monaco1

McLaren faz os primeiros pontos no ano com Button, mas Alonso abandona

Se tem algo que Mônaco permite para os carros que não tem um bom desempenho em circuitos de alta (velocidade) é a possibilidade de poder andar mais perto das carros de maior velocidade do grid, quase de igual para igual. Nesse caso, a McLaren que ainda carece de uma maior competitividade perante as equipes rivais, sabia quem em MonteCarlo teria uma oportunidade de ouro para fazer seus primeiros pontos no ano. E por muito pouco não consegue fazer isso com os seus dois carros, se não fosse a quebra no carro de Fernando Alonso na 43ª volta da corrida. Coube a Jenson Button na oitava posição, marcar os primeiros da tradicional escuderia britânica na atual temporada.

button_monaco

Em boa corrida de recuperação e aproveitando as chances, Nasr pontua

Aproveitar as oportunidades. Esse é uma espécie de ‘mantra’ para o piloto brasileiro Felipe Nasr na sua temporada de estréia na Fórmula 1. Com uma boa largada, que lhe rendeu um salto de três posições, o novato brasileiro foi se aproveitando dos erros dos carros da STR e o abandono de Alonso para pontuar novamente no ano. Com o nono lugar, Felipe Nasr pontuou em três das seis corridas já disputadas na atual temporada.

 nasr_monaco1

Felipe Massa tem final de semana para esquecer

Em um final de semana onde absolutamente nada pareceu funcionar para a equipe Williams, Felipe Massa teve um domingo ruim nas ruas de Mônaco. Ao se envolver em um incidente ainda na primeira volta com Pastor Maldonado, Massa foi obrigado a entrar nos boxes para trocar a asa dianteira, onde a Williams ainda se atrapalhou para efetuar a troca da peça no carro. Ao retornar a pista, Massa ficara uma volta atrás em relação aos lideres da corrida, o 15º lugar foi tudo o que o piloto brasileiro conseguiu em um final de semana difícil para a equipe inglesa.

massa_monaco1

Acidente com novato muda panorama da corrida

A 14 voltas para final da corrida, tudo parecia se encaminhar para um final monótono de corrida, onde Hamilton liderava com folga, e Rosberg tentava sem sucesso reduzir a desvantagem que tinha em relação ao companheiro de equipe. Foi então que um acidente na entrada da curva Saint Devote envolvendo o novato Max Verstappen e Romain Grosjean, quando Max tentava uma ultrapassagem sobre Grosjean obrigou a entrada do Safety Car. Max que bateu violentamente na barreira de pneus, nada sofreu e Grosjean também teve de abandonar a prova com sérios danos na sua Lotus.

verstappen-monaco

Mercedes erra estratégia de Hamilton e vitória cai do céu para Rosberg

Com a entrada do Safety Car, a Mercedes resolveu chamar Hamilton que tinha uma vantagem superior a 20 segundos em relação a Rosberg, onde a equipe apostava que retornaria a pista com pneus supermacios e a frente de Vettel e Rosberg. O que o britânico não contava é que com o ritmo lento já imposto pela bandeira amarela em pista, foi o fator chave para que ao retornar ao traçado ele fosse superado por Rosberg e Vettel. Hamilton então que tinha uma vitória garantida, viu as suas chances de vencer pela segunda vez nas ruas de MonteCarlo por conta de uma precipitação da Mercedes. Quem não tinha nada a ver com isso foi Nico Rosberg, que acabou recebendo de ‘presente’ uma vitória pouco provável, que o coloca mais vivo do que nunca na luta pelo campeonato, e também o coloca na história como um dos poucos pilotos a vencer três vezes seguidas no principado. Somente Graham Hill, Alain Prost e Ayrton Senna haviam conseguido este feito. A Fórmula 1 agora faz as malas e fará uma breve pausa nas corridas na Europa, para ir até a América do Norte para o GP do Canadá, no próximo dia 7 de junho, no circuito Gilles Villeneuve.

rosberg_monaco

Confira o resultado final do GP de Mônaco:

1. Nico Rosberg ALE  Mercedes-Mercedes  78 voltas  (1hr 31m 54.067s)
2. Sebastian Vettel ALE Ferrari-Ferrari  +4.4s
3. Lewis Hamilton GBR  Mercedes-Mercedes  +6.0s
4. Daniil Kvyat RUS  Red Bull-Renault  +11.9s
5. Daniel Ricciardo AUS  Red Bull-Renault  +13.6
6. Kimi Raikkonen FIN  Ferrari-Ferrari  +14.3s
7. Sergio Perez MEX  Force India-Mercedes  +15.0s
8. Jenson Button GBR  McLaren-Honda  +16.0s
9. Felipe Nasr BRA  Sauber-Ferrari  +23.6s
10. Carlos Sainz Jr ESP  Toro Rosso-Renault  +25.0s
11. Nico Hulkenberg ALE  Force India-Mercedes  +26.2s
12. Romain Grosjean FRA  Lotus-Mercedes  +28.4s
13. Marcus Ericsson SUE  Sauber-Ferrari  +31.1s
14. Valtteri Bottas FIN  Williams-Mercedes  +45.7s
15. Felipe Massa BRA  Williams-Mercedes  +1 volta
16. Roberto Merhi ESP  Manor-Ferrari  +2 voltas
17. Will Stevens GBR  Manor-Ferrari  +2 voltas
Abandonaram
Max Verstappen HOL  Toro Rosso-Renault   
Fernando Alonso ESP  McLaren-Honda   
Pastor Maldonado VEN  Lotus-Mercedes

 

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *