Rosberg domina Hamilton, vence na Espanha e renasce no campeonato. Massa é o 6º e Nasr 12º

Nada como um final de semana perfeito. Ninguém no grid atual precisava de uma atuação tão contundente quanto Nico Rosberg depois de um inicio de temporada ainda a sombra do companheiro de equipe, o britânico Lewis Hamilton. Em uma corrida perfeita, Rosberg não dá chances a Hamilton, vence a primeira no ano, e reacende a briga pelo titulo.

Largada limpa e sem incidentes

Querendo defender a vantagem de largar na pole position que obteve no sábado, Nico Rosberg sabia que teria de se defender de alguma tentativa de ataque por parte de Lewis Hamilton, mas o mesmo Hamilton tratou de facilitar as coisas para Rosberg, ao ser superado por Vettel antes da primeira curva, caindo para a terceira posição. Um pouco mais atrás, Felipe Massa que costumeiramente faz boas largadas foi bloqueado pela STR de Carlos Sainz, e acabara ganhando apenas uma posição após a primeira curva.

largada_spain

Felipe Massa se recupera de bloqueio na largada com duas boas ultrapassagens

Após a largada, Felipe Massa que vinha se recuperando bem depois de largar na nona posição, teve de tirar o pé após ser bloqueado pelo carro de Carlos Sainz, pouco depois da primeira curva. Felipe que estava muito perto da quinta posição, acabara caindo para o oitavo lugar, e a partir disso, com duas belas ultrapassagens sobre os carros da STR, ambas no final da reta dos boxes, subiu para a sexta posição.

massa_spain

Corrida marcada por trapalhadas nas paradas de boxes

Se a corrida em si, não teve muitos atrativos e disputas mais acirradas entre os pilotos, foram nas paradas de boxes onde as trapalhadas chamaram a atenção, e não foram poucas. Fernando Alonso na 28ª volta foi um dos que aprontou nos boxes, ao passar reto entre seus mecânicos, que estavam prontos para a troca de pneus. O ‘erro’ de Alonso custou a saída do espanhol da corrida, depois de constatado um grave problema nos freios da sua McLaren. Mais adiante, Lewis Hamilton sofreu com um pequeno problema na colocação do pneu traseiro esquerdo na sua primeira parada de box, atrasando o retorno do britânico para retornar a pista. Mas a trapalhada maior nos boxes ficou por conta de Romain Grosjean, que na sua parada de box, acabara entrando rápido demais no pit lane e atropelou um de seus mecânicos, que sofreu ferimentos leves.

mecanico_lotus

Nasr sofre com a falta de ritmo da Sauber

Notoriamente sem o melhor ritmo de corrida, a Sauber de Felipe Nasr, hoje não foi nem de perto aquele carro competitivo das primeiras corridas do ano. Com dificuldades desde os treinos, Nasr teve de se contentar com um discreto 12º lugar, sem chances de chegar a zona de pontuação.

nasr_spain

Nova pintura não marca recomeço para McLaren na temporada

Estreando uma nova pintura em seus carros, a McLaren tinha em Barcelona, uma oportunidade de pontuar pela primeira vez no ano. Mas assim como nas quatro primeiras provas do ano, a tradicional equipe britânica, sofreu com problemas diversos em seus carros. Seja com a falta de ritmo de Button, e o problema de freio no carro de Fernando Alonso, que obrigou o piloto da casa a abandonar a corrida. Um inicio de temporada até o momento para esquecer, de uma das mais tradicionais escuderias da história da Fórmula 1.

Mclaren_spain

Hamilton tenta estratégia diferente mas não supera Rosberg

Diferente das primeiras corridas do ano, exceto na Malásia onde Vettel venceu, Hamilton hoje foi amplamente superado pelo seu companheiro de equipe.  O britânico teve de lutar para superar Vettel, e só conseguiu fazer isso, mudando sua estratégia de boxes em relação ao alemão da Ferrari. Ao apostar em três paradas de boxes Hamilton fez seu segundo pit stop e colocou um jogo de pneus duros. Ele apostou em uma tática de três paradas, contra duas dos seus principais rivais. Quando Rosberg e Vettel foram para os pits para segunda parada, retornaram atrás do britânico da Mercedes, que assumiu a liderança provisória. A partir disso Hamilton ainda tinha de voltar aos boxes, e passou a descontar a sua desvantagem em relação a Vettel, o que conseguira com uma sequencia de voltas rápidas, somado a um bom pit stop. Por fim, Hamilton ainda tentou uma aproximação em relação a Rosberg, mas como teria de arriscar muito, manteve o ritmo de corrida, e terminou na 2ª posição da corrida.

hamilton_spain

Rosberg ‘renasce’ domina Hamilton e vence na Espanha

Um domingo perfeito. Após um inicio de temporada difícil, onde tudo parecia conspirar a favor de Hamilton, hoje e o final de semana foi de Rosberg. Com uma corrida irrepreensível por parte do piloto alemão da Mercedes, ele pôs fim ao domínio de Hamilton na temporada, e conquistou o primeiro triunfo no ano,e a nona vitória na carreira. De quebra, ele se consolida na vice liderança no campeonato, e reacende a disputa pelo titulo. E os números não param por aí, uma vez que a equipe Mercedes alcançou a marca histórica de 14 dobradinhas de uma mesma equipe. Com o resultado eles igualaram a marca obtida por Ayrton Senna e Alain Prost quando eram companheiros de McLaren nas temporadas 1988 e 1989. A Fórmula 1 que agora faz as malas e daqui duas semanas e segue para Mônaco, onde no próximo dia 24, será disputado o Grande Premio de Mônaco, a corrida mais charmosa da temporada. A largada para as 78 voltas do tradicional circuito de Monte Carlo, está marcada para as 9h pelo horário de Brasília.

podio_spain

Confira a classificação final do GP da Espanha:

1. Nico Rosberg ALE  Mercedes-Mercedes 1hr 41m 12.555s
2. Lewis Hamilton GBR  Mercedes-Mercedes  +17.5s
3. Sebastian Vettel ALE  Ferrari-Ferrari  +45.3s
4. Valtteri Bottas FIN  Williams-Mercedes  +59.2s
5. Kimi Raikkonen FIN  Ferrari-Ferrari  +60.0s
6. Felipe Massa BRA  Williams-Mercedes  +81.3s
7. Daniel Ricciardo AUS  Red Bull-Renault  +1 volta
8. Romain Grosjean FRA  Lotus-Mercedes  +1 volta
9. Carlos Sainz Jr ESP  Toro Rosso-Renault  +1 volta
10. Daniil Kvyat RUS  Red Bull-Renault  +1 volta
11. Max Verstappen HOL  Toro Rosso-Renault  +1 volta
12. Felipe Nasr BRA  Sauber-Ferrari  +1 volta
13. Sergio Perez MEX  Force India-Mercedes  +1 volta
14. Marcus Ericsson SUE  Sauber-Ferrari  +1 volta
15. Nico Hulkenberg ALE  Force India-Mercedes  +1 volta
16. Jenson Button GBR  McLaren-Honda  +1 volta
17. Will Stevens GBR  Manor-Ferrari  +3 voltas
18. Roberto Merhi ESP  Manor-Ferrari  +4 voltas
Não Completaram:
Pastor Maldonado VEN  Lotus-Mercedes
Fernando Alonso ESP  McLaren-Honda
Volta mais rápida:
Kimi Raikkonen FIN  Ferrari-Ferrari  1:36.311s na volta 42

 

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *